Groupe PSA investe em Porto Real e alcança a marca de 2 milhões de motores produzidos no Brasil

download-pdf
download-image
download-all
ter, 27/03/2018 - 14:45


• Investimentos de R$ 56 milhões previstos na fábrica de motores no período entre 2017 e 2018, inclusive em nova linha de virabrequins.

• Fábrica atinge melhor marca de produção desde 2014, com 92,6 mil motores fabricados em 2017.

• Marca histórica e investimentos complementam recente anúncio da produção do C4 Cactus também em Porto Real, a partir do segundo semestre de 2018.

 

O Groupe PSA alcançou hoje a marca de 2 milhões de motores produzidos na Usina Mecânica de Porto Real (UMPR), a sua unidade responsável pela fabricação de motores no Brasil. Este importante número foi comemorado com a montagem de mais uma unidade do EC5 1.6l, motor que equipa os Citroën C3 e Aircross e os Peugeot 208 e 2008 produzidos no país e também os modelos Berlingo, Partner, 308, C4 Lounge e 408 produzidos na Argentina. Além desse motor, a UMPR produz também sua versão para montagem com a nova caixa automática EAT6.

Inaugurada em 2002 com uma capacidade produtiva inicial de 50 mil motores por ano, a UMPR recebeu constantes investimentos por parte do Groupe PSA, permitindo importantes evoluções em sua estrutura, além de um intenso trabalho de formação de pessoal e de aplicação das melhores práticas produtivas Lean (PSA Excellence System).

Em 2017, o Grupo investiu mais de R$ 13 milhões na expansão da capacidade de produção dos blocos e cabeçotes dos motores da fábrica. Já no período de 2017 a 2018, a empresa deve concluir seu plano de investimentos de cerca de R$ 43 milhões adicionais em sua nova linha de produção de virabrequins, que entrará em funcionamento em julho de 2018 e que, inclusive, futuramente exportará parte de sua produção para o Groupe PSA no Marrocos.  Os investimentos no período, somados, totalizam, assim, cerca de R$ 56 milhões.

Com uma cadência produtiva de 425 unidades por dia, a UMPR conta atualmente com cerca de 200 colaboradores, divididos entre a montagem dos motores e a unidade de usinagem, responsável pela produção de blocos e cabeçotes de alumínio para os motores 1.6l.  Em 2017, produziu 92,6 mil motores, melhor marca desde 2014.

Atualmente, a UMPR é uma referência operacional dentro do Groupe PSA, estando muito próxima do modelo de “Fábrica Excelente”, que é o padrão de melhor desempenho estabelecido para todas as plantas do Grupo no mundo. “Contamos com modernos processos que nos possibilitam adaptar nosso volume de produção sem a necessidade de ampliação de nossa superfície física. Com isso, conseguimos manter a qualidade dos nossos produtos e a satisfação dos nossos clientes finais”, disse Eduardo Chaves, Diretor do Polo Industrial Brasil, do qual a UMPR faz parte, juntamente com a fábrica de veículos.

Essa marca de 2 milhões de motores produzidos em Porto Real se soma a outra que atingimos em 2017, de 1,5 milhão de veículos aqui também fabricados. Isso comprova nosso know-how e foco em conceber produtos de excelência para os mercados brasileiro e de exportação”, declarou Fabricio Biondo, Vice-Presidente de Comunicação, Relações Externas e Digital do Groupe PSA para a América Latina. “Nossos investimentos na UMPR mostram o quanto estamos priorizando a integração local dos componentes de nossos motores, onde a nova linha de virabrequins é o nosso exemplo mais recente”, complementou o executivo.

Para Jean Mouro, Vice-Presidente Sênior de Operações Monozukuri América Latina, esses investimentos na UMPR estão em linha com as boas notícias vindas também da vizinha fábrica de veículos do Grupo. “Durante o Salão de Genebra, em 6 de março, confirmamos uma outra grande novidade aqui para Porto Real: o início da produção de um novo veículo, a partir do segundo semestre deste ano, o C4 Cactus. Trata-se de um carro global, cujo desenvolvimento foi liderado pelas equipes de Engenharia e Estilo do Groupe PSA na América Latina para atender às demandas dos clientes do Brasil e dos outros países da região. Todas essas ações são uma prova clara da nossa grande confiança e comprometimento com o Sul-Fluminense, com o estado do Rio de Janeiro e com o Brasil”, disse ele.

Scroll