Vendas mundiais de 1 milhão de veículos no primeiro semestre

download-pdf
download-image
download-all
qui, 16/07/2020 - 13:45


  • As vendas mundiais quase dobraram em junho em relação a maio no contexto da crise do coronavírus.
  • Aceleração da eletrificação da gama VP (Veículos de Passageiros) e VUL (Veículos Utilitários Leves): 131 novos modelos lançados desde o início de 2019 e uma solução de mobilidade inovadora com o Citroën Ami.
  • O Grupo é um dos fabricantes de automóveis com melhor desempenho e cumpre as metas europeias de CO2  2020 desde o início do ano.

 

“Nossas equipes estão focadas na retomada neste período crítico, totalmente comprometidas em dinamizar suas vendas com rentabilidade, impulsionadas por modelos com muita qualidade e competitivos. Ao mesmo tempo, o nosso comitê mensal de CO2 garante que respeitemos os nossos compromissos éticos com relação aos objetivos europeus de CO2. Continuamos também a usar todo o nosso conhecimento para atender às expectativas dos clientes com produtos multienergia e novas ofertas muito inovadoras, como o Citroën Ami. Ao fazer isso, nutrimos ainda mais a nossa ambição de fornecer soluções de mobilidade limpas, seguras e acessíveis aos nossos clientes”, declarou Carlos Tavares, Presidente Mundial do Groupe PSA.

 

A estratégia de eletrificação em andamento

O Groupe PSA lança um inovador objeto de mobilidade 100% elétrico, o Citroën Ami, e já lançou 13[1] novos modelos eletrificados no mercado. Todos os novos modelos estão agora disponíveis nas versões totalmente elétricas ou híbridas plug-in, e o Grupo está no caminho de cumprir a meta europeia de CO2 2020 desde o primeiro dia.

Essa estratégia global está alinhada com o planejamento do Grupo para oferecer uma gama 100% eletrificada[2] a partir de 2025, sendo 50% já eletrificada até o final de 2021.

A estratégia do Grupo continua sendo impulsionada pelas expectativas dos clientes B2C e B2B e visa oferecer uma oferta competitiva, com serviços para o dia a dia, simples de usar e na vanguarda da tecnologia.

 

Europa: no caminho da retomada, comprometida com as normas europeias de CO2 para 2020

As vendas do Grupo se recuperaram fortemente em junho (as vendas dobraram e as entregas aumentaram 71% em relação a maio) em um mercado europeu em queda de 39% no primeiro semestre de 2020, principalmente no sul da Europa, onde o Grupo tem uma posição forte, impactando negativamente seu mix de mercado. O desempenho do Grupo também foi afetado pela transição da gama Opel/Vauxhall para novos modelos, mais eficientes em termos de emissões de CO2.

O Grupo permanece focado em seu desempenho de CO2 e confirma sua previsão de atender aos padrões europeus até o final de 2020. A ofensiva eletrificada de todas as marcas mostra os seus primeiros resultados, já que a participação de mercado do Grupo cresceu 10 pontos neste mercado nos primeiros cinco meses do ano.

A Peugeot está aumentando seu portfólio de pedidos em 42%, mantendo seus preços, seus objetivos estratégicos de subida de gama e de eletrificação em um mercado em queda. A Peugeot é a número um em vendas na Espanha e em Portugal, e melhora sua participação de mercado na França (+0,2 p.p.), Itália (+0,3 p.p.) e Áustria (+0,2 p.p.). A Peugeot apresenta um início impressionante de sua nova gama de veículos de passageiros e utilitários eletrificados.

A Citroën lançou sua ofensiva de eletrificação em 2020 com o objeto de mobilidade Ami - 100% eletrônico e modelos como o SUV C5 Aircross Hybrid, ë-Jumpy, ë-SpaceTourer e o novo ë-C4 - 100% elétrico, revelado em junho. A Citroën melhorou sua participação de mercado nos principais países como Itália (+0,2 p.p.), Espanha (+0,2 p.p.) e Alemanha (+0,1 p.p.). A marca continua sua ofensiva, concentrando-se nas vendas on-line e nos principais lançamentos para o segundo semestre de 2020, principalmente com a renovação de seu sucesso de vendas, o C3.

O desempenho da DS Automobiles no primeiro semestre foi impulsionado principalmente por seus novos modelos eletrificados (33% das vendas), e a marca é líder entre as marcas premium multienergia, com as menores emissões de CO2. A participação de mercado da DS Automobiles aumentou 0,4 p.p. na Europa em seu mercado e alcançou uma participação recorde em seu primeiro mercado, a França (11,5%), onde o DS 7 CROSSBACK e o DS 3 CROSSBACK estão no pódio.

A Opel/Vauxhall reestruturou seu portfólio de produtos com novos modelos e motores, alcançando reduções significativas nas emissões de CO2, enquanto absorve o impacto nas vendas devido à retirada de alguns modelos com altas emissões de CO2. Por outro lado, as vendas de novos modelos como o Grandland X e o novo Corsa - ambos também disponíveis em versões eletrificadas - apresentaram um desenvolvimento sólido, apesar das condições desafiadoras do mercado no primeiro semestre de 2020, assim como as vendas dos modelos VUL.

 

Oriente Médio - África: grande agilidade e resiliência para um forte aumento de participação de mercado

Apesar dos fortes ventos contrários devido à pandemia global e do recuo de 26,4% no mercado da região, as vendas gerais do Groupe PSA permaneceram mais altas do que em 2019 e a participação de mercado cresceu 46% na região.

Um grande crescimento na participação de mercado do Groupe PSA foi alcançado em toda a região, como na Turquia (+5,4 p.p.), Egito (+3,9 p.p.) e Marrocos (+0,8 p.p.). O Grupo continua sendo o líder de mercado nos Departamentos e territórios ultramarinos franceses. A agilidade e a dinâmica demonstradas durante o segundo trimestre, o mais impactado pela crise da Covid, permitiram à região acelerar ainda mais esse crescimento, com 9,1% de participação de mercado nos últimos três meses.

A capacidade de produção da fábrica de Kenitra, no Marrocos, dobrará a partir de setembro de 2020, para chegar a 200 mil veículos.

 

China: o Grupo se recupera após o coronavírus e lança sua ofensiva “New Energy Vehicles

Embora a atividade na China tenha sido fortemente afetada pela crise do coronavírus, o Grupo ainda impulsiona sua ofensiva NEV[3] conforme planejado. O primeiro veículo NEV, o PEUGEOT e-2008, foi lançado na China em 20 de maio, seguido pelo PEUGEOT 4008 PHEV[4], 508L PHEV e CITROËN C5 Aircross Hybrid no segundo semestre de 2020. A marca DS Automobiles está avançando no mercado chinês com um novo modelo econômico e um novo plano estratégico que serão anunciados em breve. A DPCA retomou totalmente sua produção desde o final de março e suas vendas seguem uma tendência positiva.

 

América Latina: mercados em contração

Em uma região particularmente afetada pela crise do coronavírus, com confinamento parcial ainda em vigor em muitos países em julho, a participação de mercado do Groupe PSA ficou acima de 3% pelo segundo mês consecutivo, com o segundo trimestre de 2020 superior ao primeiro e melhor do que o segundo trimestre de 2019. O Grupo ganhou participação de mercado no Chile, México, Colômbia, Equador e Peru. Na Argentina, o Grupo manteve uma participação de mercado de dois dígitos (10%) e planeja melhorá-la ainda mais em breve, com o lançamento do Novo PEUGEOT 208, que será produzido na fábrica de Palomar utilizando a avançada plataforma global CMP. Sua participação no mercado VUL também aumentou na América Latina (para 3,5%), principalmente no Brasil. A DS Automobiles e a Opel estão melhorando seu desempenho nos mercados em que operam.

 

Índia-Pacífico: aumento da participação de mercado do Grupo

As vendas consolidadas na região caíram em comparação ao primeiro semestre de 2019, seguindo a tendência de queda de 27% do mercado, enquanto as entregas caíram apenas 14%, resultando em um ganho de participação de mercado de +14%. O sucesso recorrente do Grupo no Japão continuou com as três marcas, mas principalmente com a Citroën, com o lançamento do SUV C3 Aircross, do SUV C5 Aircross e do Berlingo.

Na Índia, o Groupe PSA continua se preparando para a chegada da marca Citroën no primeiro semestre de 2021 com o SUV C5 Aircross, que será seguido por novos modelos disruptivos da Citroën desenvolvidos localmente.

No sudeste da Ásia a participação de mercado do Grupo também aumentou ligeiramente em comparação ao primeiro semestre de 2019, mesmo em condições difíceis de mercado, com o crescimento da participação de mercado das marcas Peugeot e Citroën.

 

Eurásia: crescimento da participação de mercado na Rússia e na Ucrânia

Embora o desempenho da região tenha sido impactado pela crise do coronavírus no segundo trimestre, as vendas do Grupo aumentaram no primeiro trimestre e as participações de mercado aumentaram 0,2 p.p. no primeiro semestre (de 0,7% para 0,9%). O Grupo viu sua participação de mercado aumentar em todos os países, atingindo 0,4% e 8,9%, respectivamente, nos dois principais mercados - Rússia e Ucrânia. As três marcas - Peugeot, Citroën e Opel - contribuíram para esse bom desempenho, principalmente na Ucrânia, enquanto a DS Automobiles começou a se desenvolver nesse mercado desde o segundo semestre de 2019.

As vendas de VUL do Grupo cresceram com o PEUGEOT Traveler/Expert e o CITROËN SpaceTourer/Jumpy. O Grupo relançou recentemente a marca Opel na Rússia, começando com os modelos Zafira Life, Vivaro e Grandland X.

 

Tabelas completas em anexo.


[1] 7 veículos 100% elétricos: Peugeot e-208, e-2008, e-Traveler e e-Expert, Citroën ë-SpaceTourer e ë-Jumpy, DS 3 CROSSBACK E-TENSE, Opel Corsa-e, Vivaro-e Zafira -e Life e 6 PHEV: Peugeot 3008 HYBRID e HYBRID4, 508 HYBRID, 508 SW HYBRID, Citroën C5 Aircross Hybrid, DS 7 CROSSBACK E-TENSE 4x4, Opel Grandland X Hybrid4.

[2] 100% elétrico ou híbrido recarregável.

[3] NEV: New Energy Vehicle.

[4] PHEV: Plug-in Hybrid Electric Vehicle

Scroll